OfficeGest: gestão eficiente de stocks

O OfficeGest tem como ponto de partida as necessidades e os objetivos de cada empresa e o mercado em que a mesma se insere. Assim, e dadas as suas inúmeras funcionalidades, o OfficeGest será certamente a solução ideal para uma gestão de stocks, na medida em que, para além do considerado “básico” inclui ainda:

– Gestão de números de série de produto;
– Gestão de lotes, com disponibilidade por lote e validade;
– Gestão de stock real e stock técnico;
– Stock por armazém, com indicação de localização geográfica;
– Valorização permanente do seu stock, por armazém;
– Funcionalidades de facilitação de acerto ou recontagem física para inventário;
– Gestão de código de artigo no fornecedor, bem como pesquisa e seu histórico de aquisições, mesmo que com códigos diferentes em diferentes fornecedores;
– Impressão de etiquetas de produto independentes, ou por fatura de fornecedor;
– Artigos complementares para descarga imediata no documento;
– Composição e decomposição de KITS de artigos;
– Artigos equivalentes, para o caso da inexistência de stock;
– Bloqueio de artigos para encomendas de clientes;
– Indicação em tempo real de stock na pesquisa universal.

Para além de todos estes importantes pormenores, o OfficeGest poderá inclusive indicar os alertas pretendidos, como as notificações de stock mínimo ou máximo, passando pela própria sugestão de encomendas a fornecedores .
Tratando-se de uma aplicação Cloud desenhada para grandes volumes de dados, o OfficeGest conseguirá, de facto, gerir todo o seu stock, através de um ponto único, utilizando somente uma plataforma de gestão on-line, o que lhe permitirá efetuar qualquer ajuste remotamente, com análise e relatórios em tempo real, independentemente da localização da sua empresa.”

Gestão de Stocks

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>